Mateus 18, 19, 20

Pão e Vinho

Mateus 18, 19, 20

Chapter a day

Norman Berry

http://www.stories.org.br/mt_p.html

MATEUS 18

O capítulo 18 conecta-se ao capítulo 16, pois o capítulo 17 ainda não aconteceu. Lembre-se de que Jesus estava sendo rejeitado e dirigindo-se para a cruz. Tudo, portanto, está mudando. Aqui eles estão sendo ensinados de como deveriam agir nesta nova situação… um real contraste com suas velhas maneiras judaicas.

Mt 18:1-6 A humildade nos ensina que devemos ser como crianças.

Mt 18:7-14 O ego é causa de muitos problemas. O Senhor mostra aqui que se quisermos aprender dEle, devemos estar dispostos a nos humilharmos.

Mt 18:15-20 Instruções para quando um outro crente lhe ofender. O primeiro passo não é ficar falando mal dele, mas ir tratar diretamente com ele. Quantas tristezas evitaríamos que seguíssemos esta instrução. Quanta restauração haveria entre os crentes! A assembléia aqui significa aqueles crentes que estão reunidos pelo Espírito de Deus para o nome do Senhor Jesus, como efetivamente aconteceu quando Ele, o Espírito Santo, desceu ao mundo (Atos 2:1-4 e 1 Co 12:13). Quanta desobediência vemos hoje quando a igreja encontra-se dividida em centenas de denominações. Acaso não se trata da mesma incredulidade que temos visto nos discípulos neste Livro de Mateus? Há poder no meio de até mesmo dois ou três reunidos assim. As decisões podem não ser sempre corretas, mas a autoridade está ali.

Mt 18:20 O nome para o qual estamos reunidos. Não diz que “nos reunimos”, pois não se trata de uma associação voluntária. O Espírito de Deus nos reúne. A pergunta é, estamos dispostos a crer nisto e deixá-Lo agir?

Mt 18:20-22 Deus estava querendo perdoar Israel, mesmo depois de terem crucificado Seu Filho amado – Atos 3:19:21. Se Deus está perdoando assim, não deveríamos fazer o mesmo?

Mt 18:23-35 Uma ilustração do que foi dito acima. Se convertermos aquele dinheiro em moeda de hoje, entendemos do que se trata. O primeiro homem devia cerca de dez milhões de dólares. Uma figura da dívida do nosso pecado para com Deus, que Ele graciosamente nos perdoou. O segundo homem devia vinte dólares. Como as dívidas que temos uns para com os outros.

#707

Não existe um gozo no céu do qual não experimentemos seu gosto agora, exceto no que se refere ao corpo glorificado.

MATEUS 19

Mt 19:1-12 Em resposta a esta pergunta, o Senhor Jesus os leva direto à instituição original do casamento estabelecido por Deus. Ele reconhece que Deus havia permitido a Moisés dar cartas de divórcio por causa da dureza do coração deles. Mas nós crentes agora sabemos, de passagens como Ef 5:22-33, que Deus tinha um propósito ainda mais glorioso ao estabelecer o matrimônio. Era para ser uma figura da união que nunca, jamais, será quebrada – a união de Cristo e Sua noiva, a Igreja, ou assembléia. Trata-se de uma união espiritual. Ela foi possível pela morte de Cristo na cruz. Portanto deste modo o Espírito de Deus, através de Cristo, dá ao crente um poder que é maior que o da natureza.

Mt 19:13-15 A criação de Deus era muito boa (Gn 1:31). Apesar de grande parte dela ter sido arruinada pelo pecado, muita coisa ainda permanece. As crianças são um exemplo daquela primeira criação. Amamos as crianças, uma dádiva de Deus para nós. Vemos aqui o valor que Deus dá a elas, pois quando cremos nos tornamos como crianças. 1 João 3:1-2.

Mt 19:16-22 Este homem, que ter com Jesus, havia guardado os relacionamentos da vida. O que mais precisava? Paulo, antes de ser salvo, era tão irrepreensível quanto este homem. Mas o coração estava longe de Deus. Não temos o evangelho aqui, pois Jesus ainda não havia morrido. Mas isto mostra um Judeu tentando encontrar vida com seu velho coração, e não pode. Assim ele vai-se embora triste.

Mt 19:23-30 Os discípulos também precisavam de instruções. No Antigo Testamento, as riquezas haviam sido um sinal da bênção de Deus. Mas já não seria assim. Agora a bênção está no coração.

Mt 19:27-30 A vida eterna é conseqüência de crer que Cristo morreu para levar meus pecados para longe da vista de Deus para sempre; e não de guardar a lei. Lembre-se de que Jesus ainda não havia morrido e ressuscitado. Agora Romanos 6:23 deixa tudo claro e simples para hoje. Todavia as pessoas ainda hoje tentam seguir os ensinos de Cristo sem aceitá-Lo como seu Salvador.

#708

É preciso alguém que já esteja fora – separado – do mundo para resgatar as pessoas dele, e mostrar até para o pior, a graça de Deus.

MATEUS 20

Mt 20:1-16 Acerca das recompensas. (Para o crente, recompensa não é oferecida por Deus como conseqüência de algo, mas para nos encorajar à persistência. Fique firme! É tudo pela graça, não pela lei). Aqueles que concordaram com seu pagamento, receberam seu pagamento. Aqueles que confiaram no senhor da vinha, receberam de acordo com seu coração. O que é melhor? Este senhor é uma figura de Cristo, que é sempre bondoso em seu tratamento para conosco.

Mt 20:17-19 Aqui temos a terceira vez em que o Senhor fala de Sua morte.

Mt 20:20-28 O Senhor Jesus assume o lugar mais humilde ao ensinar Seus discípulos.

Mt 20:22 Os dois tipos de sofrimento… “o cálice”, o sofrimento interior; “batismo” é um tipo dos sofrimentos exteriores. No versículo 28 termina a seção que começou no capítulo 18:1. Diríamos dizer que o capítulo era para terminar aqui, pois o restante pertence na verdade ao capítulo 21.

Mt 20:20-34 O Senhor começa Sua jornada final a Jerusalém e para a morte. Maravilhosa história. Os homens cegos enxergam melhor do que os que o cercam, pois vêem o Rei (vers. 31).

#709

Nos apossamos da força na mesma proporção em que deixamos de confiar no ego. 2 Coríntios 12:9-10.

 

Mateus 18, 19, 20

Chapter a day

Norman Berry

http://www.stories.org.br/mt_p.html